segunda-feira, 20 de agosto de 2018

Não sei


Não sei como se reescreve uma nova vida a partir daqui se esta é apenas a que me recordo. Não sei quem vai se rir das minhas piadas parvas, nem quem me vai fazer rir novamente. Não sei como hei-de voltar a adormecer serenamente nem como combater as insónias. Não sei como secar as lágrimas. Não sei como vamos dizer aos nossos filhos que não iremos envelhecer lado a lado. Não sei como se cola este pedaço que me falta no peito. Não sei como irá ser possível ser feliz novamente. Não sei como chegámos até aqui. Não sei como divorciar-me.

3 comentários:

  1. Não sei que diga, mando um abraço muito, muito apertado.
    (qualquer coisa, emaila à vontade)

    ResponderEliminar
  2. Também não sei o que dizer. Não sou boa com fins, como dizia um texto do Pedro Rolo Duarte. Espero que encontres um sentido para a tua nova vida. Beijinhos
    (mas como é que vocês se emailam todas? Eu não tenho emails de ninguém :P)

    ResponderEliminar